Jornal Cidade - Uruaçu-GO
COLUNAS
AGENDA POLÍTICA
SOCIAL
RELIGIÃO
SABOR DA LEITURA
SAÚDE DO CORAÇÃO
ESPAÇO ESPÍRITA
ESPECIAIS
IMAGEM...
ACONTECIMENTOS
ESTREVISTAS
ARTIGOS
URUAÇU - HISTÓRIA
SERVIÇOS
FALE CONOSCO
SEJA ASSINANTE
SEJA ANUNCIANTE
INFORMES
EVENTOS
NOSSO JORNAL
EXPEDIENTE
WEBMAIL

 

 

 
RELIGIÃO
PADRE CRÉSIO RODRIGUES
07-12-2016 09:12:01
Ano Mariano

Foi proclamado o Ano Nacional Mariano, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, para celebrar os 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, declarada padroeira do Brasil e querida por milhões de pessoas.

E, “quem é esta que surge como a aurora, bela como a lua, brilhante como o sol, temível como um exército em ordem de batalha?”, pergunta o poeta do Livro dos Cânticos.

É Maria, a mãe de Jesus, podemos responder com a Igreja. Porque, parafraseando São Luís de Montfort, “Deus Pai juntou todas as águas e chamou-as mar, juntou as suas graças e chamou-as Maria”. Nela foi depositada a graça em plenitude, cujo nome é Jesus Cristo, o filho de Deus (Lc 1,28). Eis porque Maria, a jovenzinha de Nazaré, pode identificar-se com a “amada esposa” alabada no livro sagrado (Ct 6,10). Foi ela quem deu à luz na terra ao filho do Altíssimo, o todo poderoso contra as forças das trevas. Sua beleza contrasta com o caos e sua caridade de serva desbarata o egoísmo! Maria é como a lua, comparada a Jesus, o sol da justiça; ela é a aurora, comparada à luz do mundo que é Cristo; ela é temível porque não há poder superior ao de seu filho que precipita nos abismos o Dragão acusador (Ap 12,10). Sua intercessão materna socorre os aflitos apontando o Salvador como solução (Jo 2,5).

Esta é a teologia inspiradora do Ano Mariano recém instituído pela CNBB, este é o entendimento do lugar de Maria Santíssima na economia da salvação e na religiosidade popular. O povo não coloca Maria à frente do Salvador! Fiéis à Revelação, os devotos marianos a vêem ao lado de Jesus desde seu nascimento até à morte na cruz, e também nas primícias da Igreja, junto aos apóstolos (At 1,14). Maria surgiu no plano de Deus, foi manifestada no tempo oportuno (Gl 4,4) e recebeu do Senhor o encargo de maternidade espiritual para com os discípulos amados (Jo 19,26). Eis porque multidões se aglomeram nos cultos de devoção a ela, muitas gerações espontaneamente vêm cumprindo a profecia proclamando-a bem aventurada (Lc 1,48).

Em 2017, no Brasil, vão já três séculos desta devoção simples e sólida, iniciada com a inusitada pesca da imagem negra de Nossa Senhora da Conceição no rio Parnaíba do Sul por três pescadores, seguida de milagrosa pesca de peixes. Providencialmente, em Fátima – Portugal, comemoram-se os 100 anos das 7 aparições de Nossa Senhora aos três pastorzinhos e, neste mesmo ano, nossa Diocese de Uruaçu completa 60 anos de instalação, com o privilégio de dois Santuários Marianos (Muquém e Guarinos) para onde peregrinam milhares de devotos há mais de cem anos.

O Ano Nacional Mariano, que vai de 12/10/16 até 11/10/17, há de ser uma oportunidade de maior evangelização em nosso país. Nossas comunidades cristãs querem encorajar à conversão os homens e anunciar a misericórdia divina além de exaltar as virtude de Maria Santíssima e suplicar sua intercessão. Nas celebrações destes três séculos “Aparecida” pode ser vista como símbolo de não discriminação por cor; a junção da cabeça e corpo daquela imagem como sinal de união entre as lideranças e a massa popular por um Brasil melhor; o milagre da pesca como a abundância de graças sob sua doce intercessão.

Você, caro leitor ou leitora, sinta-se convidado a “experimentar o colo da Mãe do Redentor” pondo-se também aos cuidados dela através de uma devoção sadia e comprometida. Do ponto de vista da piedade, a perseverante contemplação do Rosário e uma peregrinação a algum santuário mariano podem marcar sua sintonia com a expressão religiosa deste Ano Mariano; ele nos reserva muitas graças!

Enfim, que as próximas gerações de brasileiros continuem amando Nossa Senhora, ela que “apareceu” como aurora do Cristo Senhor para que Ele viva e reine em nossos corações.

PADRE CRÉSIO RODRIGUES é o Consultor Canônico da Diocese de Uruaçu desde 2012, atual pároco da Paróquia São José Operário em Uruaçu, e Juiz Adjunto do Tribunal Eclesiástico de Brasília. Contatos: cresio@hotmail.com e cresiors@gmail.com

Histórico
  » 07-12-2016 09:12:01 - Ano Mariano
  » 23-04-2016 11:04:01 - Carta aberta à população de Uruaçu e da região
  » 08-10-2015 18:10:30 - Novena
  » 01-10-2015 11:10:11 - De Nazaré e Alemanha ao Recanto da Serra
  » 16-09-2015 18:09:55 - Reflexões bíblicas
  » 31-08-2015 22:08:56 - Reflexões bíblicas
  » 16-08-2015 21:08:07 - Reflexões bíblicas
  » 29-07-2015 18:07:37 - “Solidariedade em Ação”
  » 16-07-2015 08:07:12 - Reflexões bíblicas
  » 06-07-2015 10:07:07 - Corrupção gera violência
veja o histórico completo
  Untitled Document
Enquete

Você é a favor da delação premiada?

   Sim
    Não

    Votar

    Parcial

Consulta entre 1º e 31 de outubro/2017
Google
Google